A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), promove, até 21 de outubro (exceto nos feriados e fins de semana), campanha com as doses de reforço das vacinas contra covid-19, influenza, sarampo e poliomielite.

O objetivo é oferecer novos espaços para quem ainda precisa completar o esquema vacinal, sobretudo no período em que a capital recebe grande fluxo de pessoas.

 

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), promove, até 21 de outubro (exceto nos feriados e fins de semana), campanha com as doses de reforço das vacinas contra covid-19, influenza, sarampo e poliomielite.

O objetivo é oferecer novos espaços para quem ainda precisa completar o esquema vacinal, sobretudo no período em que a capital recebe grande fluxo de pessoas.

Movimento – A enfermeira Lanna Xantipa, do Departamento de Imunização da Sesma, diz que Belém tem, atualmente, quatro campanhas vigentes, de acordo com o calendário do Ministério da Saúde.

Uma delas é contra a covid-19, cuja terceira dose já está disponível para o público de 12 anos ou mais, além da quarta dose, liberada para o público de 18 anos ou mais. A Sesma também segue com a campanha contra a influenza, para qualquer pessoa, a partir dos seis meses de idade, e as campanhas de poliomielite e sarampo, para as crianças menores de 5 anos de idade.

“Tendo em vista o período do Círio, que acaba deixando a cidade muito movimentada, com grande fluxo de pessoas, pensamos em pontos estratégicos para criar postos de vacinação, como os terminais Rodoviário e Hidroviário e a Estações das Docas”, diz Lanna.

Documentos – Para se vacinar, basta apresentar CPF, RG e o comprovante de vacinação de Belém. Já os imunocomprometidos, pessoas com deficiência e doenças crônicas precisam apresentar laudo ou receita médica que comprove a condição.

Quem pode se vacinar:
•Para covid-19 – A vacina é destinada para todos aqueles (crianças, jovens, adultos e idosos) que ainda não receberam a primeira ou a segunda dose. Para as crianças, a vacina está disponível a partir dos 3 anos de idade.

Já a dose de reforço (terceira ou a quarta dose) deve ser feita com intervalo de quatro meses da dose anterior e estão disponíveis para todas as pessoas, a partir de 18 anos.

Imunocomprometidos – A quarta dose também é ofertada para todos os imunocomprometidos, a partir de 12 anos de idade, com apresentação de uma cópia do laudo, atestado ou outro documento que comprove alto grau de imunossupressão.

Além dos imunocomprometidos, também podem receber as doses de reforço os trabalhadores de saúde, as gestantes e puérperas e trabalhadores da educação do ensino básico e superior (professores, especialistas e funcionários das unidades de ensino).

Trabalhadores das Forças Armadas, forças de segurança e salvamento (policiais federais, civis, militares e rodoviários, bombeiros militares e civis e guardas municipais, com 18 anos ou mais) que receberam as três doses há quatro meses ou mais, também estão aptos a receber a quarta dose.

• Influenza – Desde o dia 26 de junho, a vacina contra a gripe está disponível para todas as pessoas, a partir dos seis meses de vida. A Sesma ampliou o público para avançar, ainda mais, na cobertura vacinal. Quem faz parte do público-alvo da campanha e ainda não se imunizou também deve se vacinar.

Os grupos prioritários são crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde e da educação (das redes pública e privada), gestantes, puérperas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e pessoas com deficiência, além de indígenas e idosos.

Também são grupos prioritários para vacinação contra Influenza os caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema penal, população privada de liberdade e ainda adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa.

 

Veja onde se vacinar:
• Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS): de segunda-feira a sexta-feira, o atendimento é das 8h às 17h (todas as vacinas disponíveis);

• Hospital do Exército: de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 18h (vacinas disponíveis: covid, Inflenza e Sarampo);

• Hospital de Aeronáutica: de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Inflenza e Sarampo);

• Hospital Naval: terça-feira e quinta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Inflenza e Sarampo); e

• Nas universidades: Unama, Fibra e Unifamaz, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Inflenza e Sarampo).

Reforço Círio:
Período: 26 a 30 de setembro; 03 a 07 de outubro; 11, 13 e 14 de outubro e de 17 a 21 de outubro.
Horário: 8h às 17h
Locais: Terminais Hidroviário, Rodoviário e Estação das Docas.

 

 

 

 

Fonte: Roma News
Foto: Agência Pará