O técnico Roberto Fonseca não ficou satisfeito com o empate sem gols do Paysandu com o Botafogo-PB, na noite desta segunda-feira, na Curuzu, pela 2ª rodada do quadrangular da Série C do Brasileiro. O treinador destacou que a equipe tem um bom aproveitamento em casa sob seu comando, mas que o time ficou “devendo” na partida que marcou a volta da Fiel Bicolor.

– Sempre que não vencemos em casa, que é o lugar que temos que nos impor, temos que ganhar, claro que ficamos devendo. É importante que todos os jogadores sentiram isso, que poderíamos ter dado mais. Estamos com seis jogos dentro de casa, ganhamos quatro e empatamos dois. Aqui dentro de casa temos nosso dever, onde temos que jogar, ainda mais agora com o nosso torcedor.

Na visão de Fonseca, o Botafogo-PB soube anular o Paysandu e que o time bicolor não teve o mesmo desempenho que costuma ter jogando na Curuzu. Ele ainda destaca um lance que poderia ter mudado o resultado da partida.

– Acredito que o adversário foi cirúrgico, estudou bem a nossa equipe. Não tivemos uma criatividade, como temos aqui dentro de casa. Infelizmente, mesmo tendo um milagre do Felipe no cabeceio do Denílson, mas não tivemos. Temos que continuar com personalidade e, principalmente, com o apoio do nosso torcedor.

Torcedores do Paysandu voltam à Curuzu — Foto: Felipe Almeida

Agora o elenco bicolor se prepara para encarar o Ituano fora de casa, no próximo sábado. Para esse jogo, Roberto Fonseca espera poder contar com alguns jogadores que estão sentindo desgaste físico dos jogos decisivos.

– Vai ser uma semana bem exprimida, com viagem e tudo mais, mas temos que recuperar esses jogadores que acabaram sentindo, para que eles estejam aptos para poder aumentar a nossa força e as nossas alternativas de peças.

Paysandu x Botafogo-PB, pela Série C — Foto: John Wesley/Ascom Paysandu

A partida entre Paysandu e Ituano no sábado, dia 16, será às 17h, no Novelli Júnior, em Itu, interior de São Paulo. Será o primeiro de dois jogos que as equipes irão fazer em sequência pelo Grupo C do quadrangular da Terceirona.

Fonte: G1
Foto: John Wesley