O Avaí informou que cinco casos de Covid-19 foram detectados em exames realizados visando a partida contra o CSA, nesta terça-feira, às 19h15 (horário de Brasília), pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Ressacada.

Em comunicado oficial, o clube confirmou a identidade dos atletas infectados. São eles: o zagueiro Eduardo Kunde, os volantes Jean Martim e Leandrinho e o atacante Jonathan, que já não estaria em campo contra o CSA, pois se recupera de cirurgia no joelho. O auxiliar técnico Bruno Gonçalo também testou positivo.

Casos ativos no Leão da Ilha

  • Bruno Gonçalo (auxiliar técnico)
  • Eduardo Kunde (zagueiro)
  • Jean Martim (volante)
  • Jonathan (atacante)
  • Leandrinho (volante)

No mês de maio, o Avaí registrou quatro casos entre os jogadores do elenco profissional, sendo que apenas um deles estava infectado. Os outros três, de acordo com o médico Luis Fernando Funchal, foram considerados imunizados e com anticorpos à doença.

Em junho, em nova etapa de exames, o volante Ralf testou negativo, porém, o IgG deu positivo. Ou seja, o volante teve contato com o vírus, que não estava mais ativo no organismo.

O Avaí tem quatro vitórias nos últimos cinco jogos e tenta manter o embalo para entrar no G-4 da Série B. O Leão da Ilha vem de triunfo sobre o Vitória, por 2 a 1, em Salvador, e chegou aos 22 pontos, ficando a quatro da zona de acesso.

Veja a íntegra do comunicado oficial:

O Avaí Futebol Clube informa que os atletas Jean Martim, Eduardo Kunde e Leandrinho, que estavam na relação do jogo contra o CSA e o atacante Jonatham, ainda em recuperação da cirurgia no joelho, testaram positivo para a Covid-19.

Os testes RT-PCR foram realizados com todo o elenco profissional e comissão técnica, mais auxiliares para o jogo desta noite de terça-feira contra o CSA, na Ressacada.

O auxiliar técnico Bruno Gonçalo, testado como backup para eventual necessidade de aproveitamento no jogo também testou positivo. Todos estão em isolamento e com monitoramento pelo Departamento Médico do Clube, sob responsabilidade do médico Luís Fernando Funchal.

Desde o reinício das atividades do futebol no país, o clube não tinha registro de casos. Os testes são frequentes na Ressacada.

O clube segue rigorosamente o protocolo estabelecido pelas autoridades sanitárias, com frequentes visitas à Ressacada.

Na tarde desta terça-feira, o Avaí testou os colaboradores de todas as áreas com testes RT-PCR, como medica preventiva.

 

Fonte: G1
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C.