O Japão planeja discutir maneiras de diminuir as restrições de acesso ao país para facilitar a entrada de atletas e oficiais estrangeiros para as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio no ano que vem diante da pandemia de coronavírus. As informações são do jornal “Japan Times”.

O assunto será discutido em um painel a ser realizado em setembro. Funcionários dos governos federal e metropolitano de Tóquio e membros do comitê organizador dos Jogos de Tóquio vão participar da discussão. As Olimpíadas e Paralimpíadas, por conta da pandemia, foram adiadas para o ano que vem.

Atualmente, o Japão nega a entrada de pessoas de cerca de 150 países e regiões como parte dos esforços para conter o coronavírus. Aqueles que têm permissão para entrar no Japão devem passar duas semanas em quarentena.

O painel irá discutir as condições para facilitar as restrições de movimento para atletas e oficiais olímpicos e paralímpicos. Ainda assim, o país deverá exigir testes antes da partida e na chegada ao Japão. Também haverá a discussão de maneiras de simplificar os Jogos de Tóquio, incluindo a redução das cerimônias de abertura e do número de espectadores.

Fonte: G1
Foto: AFP